PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Minha Casa Legal: Prolar inicia processos para a regularização 6 mil famílias em Ponta Grossa

057a5744

Em ação no Jardim Esplanada, 120 famílias realizaram a entrega de documentos para a abertura do processo de regularização fundiária junto ao município.  Expectativa é de que cerca de 6 mil famílias sejam atendidas pelo ‘Programa Minha Casa Legal’ até 2020.

 

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) iniciou o processo de recebimento da documentação das famílias assistidas pelo  “Programa Minha Casa Legal” no município, iniciativa que deve beneficiar cerca de 6 mil famílias até 2020. A primeira ação, promovida sábado (29), no Jardim Esplanada, teve como objetivo agilizar o processo de regularização fundiária e esclarecer dúvidas das mais de 120 famílias residentes no bairro que podem ter seus terrenos e imóveis legalizados nos próximos meses.
Presente durante o evento, o Prefeito licenciado Marcelo Rangel destacou a importância do Programa para Ponta Grossa. “Esse é um dos programas mais importantes de toda a nossa gestão. Estou muito grato à Prefeitura, à Prolar e às nossas equipes, pois nós lutamos muito para podermos chegar nesse momento, onde podemos trazer segurança para essas famílias que não tem nenhum tipo de documento das suas residências, dos seus lotes. Nós precisávamos romper isso, quebrar paradigmas, e a Prolar fez esse trabalho”, aponta Rangel.
De acordo com o presidente da Prolar, Dino Schrutt, o programa Minha Casa Legal traz um avanço sem precedentes para a área de habitação em Ponta Grossa. “O que o município está proporcionando a essas famílias é a possibilidade de receberem uma documentação definitiva do imóvel de forma célere, utilizando uma legislação nova, na qual o município se enquadrou criando um novo plano de regularização fundiária para a cidade Tudo isso é fruto de um trabalho intenso da Prolar e, é importante ressaltar, que seguirá sendo desenvolvido pelos próximos anos. Nossa expectativa é de que 6 mil famílias sejam beneficiadas em diversos bairros da cidade até 2020, transformando o Minha Casa Legal na maior iniciativa de regularização fundiária da história de Ponta Grossa”, afirma Schrutt.”
Entre os cidadãos que participaram da reunião, Antônio Santos, morador da região há 10 anos, foi o primeiro a realizar a entrega da documentação para o início do requerimento junto a Prolar. Segundo ele, a regularização do terreno em que vive é, também, uma ação de cidadania. “A gente já esperava há muito tempo por essa organização e encaminhamento da documentação para legitimar a propriedade e, como cidadão, ter todos os documentos legalizados. Estou muito feliz porque, anteriormente, nós tínhamos bastante dificuldade para encaminhar a documentação e hoje se abriram essas portas para que possamos dar o primeiro passo”, conclui.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/41220

Prolar inicia seleção de famílias para o Boreal II

BorealII

Empreendimento viabilizado através de parceria entre a Prolar, Caixa e Construtora Ethos deve atender cerca de 260 famílias da faixa 1,5 do Programa Minha Casa, Minha Vida
 
 
A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), iniciou, nesta semana, a seleção de famílias aptas a integrarem o Jardim Boreal II no município. O empreendimento, localizado na região do Periquitos, foi viabilizado através de parceria entre a Prolar, Caixa, Cohapar e Ethos Engenharia e deve atender cerca de 260 famílias da faixa 1,5 do Programa Minha Casa, Minha Vida, com investimento total de mais de 26 milhões de reais.
De acordo com o diretor-presidente da Prolar, Dino Schrutt, o foco desse empreendimento são famílias com renda mensal de até dois mil e seiscentos reais. Os imóveis, que contarão com terrenos individuais de cerca de 50 metros quadrados,  serão construídos com material tecnológico, diminuindo o tempo de obras e, consequentemente, acelerando o processo de entrega às famílias. “São casas com ótima estrutura e acabamento em terrenos de mais de 250 metros quadrados, ou seja, que ainda permitem a ampliação por parte das famílias que venham a se instalar no Boreal II. Esse é um aspecto muito relevante, pois permite com que essas famílias cresçam, criem raízes e adaptem seu espaço às suas necessidades. Outro ponto  importante é a possibilidade de que as de utilizar FGTS no processo de aquisição do imóvel, além do subsídio oferecido pela Caixa que pode chegar a até 36 mil reais, com parcelas a partir de 350 reais”, destaca.
Segundo a assistente social da Prolar, Marinês Viezzer,  além da seleção das famílias aptas a participar do empreendimento Boreal II, a Prolar também iniciou, nesta semana, a busca ativa de interessados entre os servidores da Prefeitura, assim como a abertura de uma lista de espera de interessados na instituição. “Estamos entrando em contato com alguns servidores da Prefeitura que se encaixam nos critérios de renda previstos na faixa 1,5 e também decidimos abrir a possibilidade para que os cidadãos que tenham interesse venham até nós e realizem um cadastro para o Boreal II.  A partir dessas ações, prosseguiremos com a seleção até atingirmos o limite previsto para esse residencial, que é de 260 famílias. No entanto, é importante frisar que as pessoas que realizarem esse cadastro e não forem chamadas neste momento, podem ser contatadas assim que haja novos empreendimentos”, explica.
 
Serviço

Os interessados podem se dirigir até a Prolar e realizar o cadastro para seleção do Jardim Boreal II, de segunda a sexta-feira, das 13 às 18 horas. O agendamento pode ser feito pela internet no www.prolarpmpg.com.br. Mais informações através do 3222-1257.

 

Fonte: https://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/41048

Prolar comemora seus 29 anos

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR comemora no dia 13 de setembro de 2018 seus 29 anos de história.
29 anos como gestora de habitação município, trabalhando com o objetivo de equacionar o déficit habitacional de Ponta Grossa. Em sua bagagem de trabalho estão mais de 40 mil famílias atendidas e 80 empreendimentos finalizados, fazendo assim, a realização do sonho da casa própria!

 

Com orgulho a Prolar nesse segundo semestre atua com novos empreendimentos, como o Residencial Boreal II, localizado na região da Nova Rússia que atenderá 260 famílias. Realizado com uma parceria com o Programa Minha Casa Minha Vida pela construtora Ethos Engenharia. As casas tem 50,56 m2 e contam com um terreno totalmente individualizado. Esse excelente empreendimento atenderá a você cidadão pontagrossense tem renda entre R$ 1.300,00 a R$2.300,00.

Venha até a Prolar e faça sua simulação.

 

https://youtu.be/OoaWHdKE1IY

Prolar e Prefeitura avançam no processo para criação do Condomínio Lição de Vida

img-20180817-wa0052

Parceria entre a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Prolar, e da Cohapar viabilizará a construção de 40 unidades habitacionais voltadas para a melhor idade
 
A  Prefeitura de Ponta Grossa concluiu, hoje (17), mais uma etapa para a criação do primeiro conjunto habitacional destinado exclusivamente para melhor idade no município. O Condomínio Lição de Vida, empreendimento viabilizado através de parceria entre a Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) e a Cohapar, é a primeira unidade viabilizada do Projeto Morar Bem Terceira Idade no estado do Paraná e deve contar com 40 unidades habitacionais que serão construídas na região do Parque dos Sábias, em Uvaranas. A área onde serão construídos os imóveis teve sua doação formalizada pelo Prefeito Marcelo Rangel durante cerimônia realizada na tarde de hoje (17) na sede da Prolar. O investimento total é de cerca de 6 milhões de reais.
Durante o evento,  o prefeito Marcelo Rangel destacou o cuidado do município em oferecer um projeto específico para a população da melhor idade. “É um momento emocionante o início desse projeto que será referência para  todo o Brasil.  O condomínio Lição de Vida terá toda a estrutura necessária para dar atendimento às pessoas da melhor idade com segurança, infraestrutura de saúde e assistência social, sendo projetado para as pessoas idosas.  É realmente uma grande vitória de Ponta Grossa”, declara Rangel.
De acordo com o presidente da Prolar, Dino Schrutt, além de marcar um avanço na área habitacional do município, um dos aspectos mais importantes do Condomínio Lição de Vida é a possibilidade de atender famílias que, porventura, poderiam não se encaixar em alguns dos requisitos necessários para a participação de programas sociais voltados à habitação de interesse social. “Inicialmente temos que ressaltar que a população vem envelhecendo e a população de baixa renda ficava carente de um projeto habitacional que pudesse atender o perfil que o Morar Bem Terceira Idade contempla.  Diante de todas as possibilidades que esse programa traz, nós temos a certeza de que a área da habitação de Ponta Grossa pode avançar ainda mais nos próximos anos”, aponta.
Presente durante a cerimônia de doação da área, o presidente da Cohapar, Nelson Justus  anunciou que a licitação para a construção do empreendimento deve acontecer até o dia 10 de setembro. Ele também apresentou os detalhes do empreendimento e aproveitou a oportunidade para ressaltar a importância da parceria entre Ponta Grossa e o Governo do Estado para a promoção do Condomínio Lição de Vida.  “É por isso que hoje, aqui em Ponta Grossa, nós estamos concretizando esse sonho do primeiro Condomínio do idoso da história da Cohapar, um programa novo e que está apresentando uma aceitação tremenda.  Isso só foi possível graças a doação do terreno, sancionada hoje pelo prefeito Marcelo Rangel  e pela boa parceria entre a Prefeitura de Ponta Grossa, o governo do estado – através da Cohapar  – e da Prolar”, finaliza Justus.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/40654

Prolar apresenta o residencial Boreal II

img_9466

Famílias assistidas pela Prolar puderam conhecer o novo empreendimento da companhia no bairro Periquitos. Projeto irá beneficiar 260 famílias que se enquadram faixa 1,5 do Programa Minha Casa, Minha Vida.
 
A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (PROLAR) apresentou, hoje (10), o residencial Boreall II, o mais novo empreendimento viabilizado pela instituição e que deve atender mais de 250 famílias, com renda entre 1300 e 1800 reais, no município. O investimento, segundo o diretor-presidente da Prolar, Dino Schrutt, é de mais de 26 milhões de reais.
Localizado no bairro Periquitos, o conjunto habitacional Boreal II  contará 260 casas destinadas às famílias cadastradas na Prolar e que se encaixam na faixa 1,5 do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. O projeto será viabilizado através recursos da Prefeitura de Ponta Grossa,  da Caixa  Econômica Federal e do governo do estado do Paraná, e contará com toda a estrutura necessária para a instalação das famílias.
“Esse é um empreendimento muito importante e que oferecerá casas com ótima estrutura e acabamento. A área total de cada um dos terrenos tem mais de 250 metros quadrados, o que permite que as famílias que se instalarem nesse novo conjunto habitacional possam realizar melhorias e ampliar seus imóveis com o passar do tempo e, dessa forma, criar raízes cada vez mais fortes nesses locais”, declara Schrutt.
Presente durante o encontro com as famílias para a apresentação do projeto, o prefeito Marcelo Rangel reiterou o comprometimento da Prefeitura de Ponta Grossa em promover a ampliação  e fortalecimento do projeto habitacional do município através de diversas frentes. Segundo ele, a proximidade do poder público com as famílias é essencial para que a cidade continue avançando na área da habitação. “É fundamental o contato direto com a população  e o nosso programa de habitação é muito elogiado, em todo o Brasil, justamente pela proximidade que temos com as famílias”, aponta. “Nós escutamos muito as demandas da comunidade e estamos promovendo um programa de habitação de qualidade, com bairros que contam infraestrutura ideal para receber essas famílias e, o mais importante, ouvindo quais são as necessidades que elas gostariam que nós supríssemos  justamente nessa nova fase da vida delas”, completa Rangel.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/40551