PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Prolar recebe prêmio nacional por projeto de realocação de famílias

prolar

O Selo de Mérito ABC/FNSHDU é concedido a ações de destaque na área de habitação de interesse social em todo o país. Concorrendo com projetos de 9 estados do Brasil, a Prolar sagrou-se entre vencedoras na categoria Especial do Selo com o Projeto de Realocação de Famílias Parque dos Sábias.

Garantir o acesso à moradias dignas e seguras para população em áreas de risco. Esse é um dos objetivos do Projeto de Realocação de Famílias Parque dos Sábias, iniciativa desenvolvida pela Prolar (Companhia de Habitação de Ponta Grossa) e premiada com o Selo de Mérito de 2018 pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano  (FNSHDU).
Formalizada na última semana, durante o 65º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, a premiação é concedida a ações de destaque do setor em todo o país. Concorrendo com projetos de 9 estados do Brasil, a Prolar sagrou-se entre vencedoras na categoria Especial do Selo, que, segundo a própria ABC, “tem como objetivo estimular e difundir as experiências bem sucedidas desenvolvidas pelos órgãos públicos estaduais e municipais no âmbito da habitação de interesse social”.
De acordo com o presidente da Prolar, Dino Schrutt, a escolha do projeto pelas instituições demonstra o caráter técnico e inovador da Companhia, que têm buscado constantemente soluções para a área de habitação no município. “Temos logrado grande êxito, nos últimos anos, com a implantação de políticas habitacionais eficientes em Ponta Grossa. No caso do conjunto habitacional Parque dos Sábias, nós beneficiamos 168 famílias que viviam em áreas de risco próximas a arroios e que hoje tem recebido ações de recuperação ambiental, uma ação em duas frentes onde quem ganha é o município, com cidadãos em casas mais dignas e seguras e o meio ambiente, com áreas de mata recuperadas”, declara.
 
O projeto

O projeto de realocação desenvolvido pela Prolar abrangeu 168 famílias, à época, moradoras de áreas próximas aos arroios Olaria e Rio Branco, na vila Coronel Claúdio. Através de levantamentos realizados pela Prolar, em parceria com diversas secretarias do município, foram realizados estudos da área e do perfil socioeconômico das famílias, que foram alocadas, em 2016, no conjunto habitacional Parque das Andorinhas. O custo total do empreendimento, aproximadamente 4 milhões de reais – 30% investimentos próprios do município -, foi viabilizado através de recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), Caixa e Prolar.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/38941