PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Novidades

Prolar apresenta projeto do Condomínio Lição de Vida na Cohapar

 

O presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa, Dino Schrutt, se reuniu com o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion
 

Na última terça-feira (30), o presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), Dino Schrutt, se reuniu com o presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Abelardo Lupion, para discutir sobre novos projetos de moradia planejados para o município. A reunião aconteceu na sede da Cohapar, onde foi apresentado o projeto do Condomínio Lição de Vida, projetado para população idosa.
O Condomínio Lição de Vida é um empreendimento piloto da Prolar, desenvolvido para atender as necessidades de população idosa, de baixa renda. A Prolar busca o apoio do governo estadual, através da Cohapar, para viabilizar as obras. “Com esse condomínio, a gestão inovará em projetos habitacionais destinando a habitação exclusivamente para a população baixa renda na melhor idade. Conquistamos o apoio do governo para garantir as ligações de água, de esgoto e a iluminação pública no condomínio”, adiantou Schrutt.

 

O projeto para o condomínio voltado à terceira idade já está concluído e a expectativa da Prolar é que o edital para execução da primeira etapa, com a construção de 30 unidades, seja aberto no segundo semestre deste ano. “Com esse condomínio, serão beneficiados idosos de baixa renda, em moradia individual ou casal, sem dependentes, que já estão inscritos no cadastro da Prolar”, explica o presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa.
De acordo com Schrutt, nessa reunião, os representantes da Prolar e Cohapar trataram ainda do cenário habitacional na cidade de Ponta Grossa, que tem a expectativa de novas contratações para o público baixa renda nos próximos dias, além de traçaram metas para os próximos meses no que diz respeito aos empreendimentos com recursos oriundos do FGTS.

 

Por Mariana Galvão Noronha

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/35199