PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Prolar apresenta bairro sustentável em Fórum Nacional de Habitação

Presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa, Dino Schrutt, apresentou o modelo sustentável do Conjunto Parque das Andorinhas

 
A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) está participando da 64ª edição do Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social, em São Paulo, apresentando a experiência do município com requisitos para um bairro sustentável, relatando o exemplo do projeto piloto aplicado no Conjunto Habitacional Parque das Andorinhas. A Prolar foi reconhecia com o prêmio Selo de Mérito pelas alternativas sustentáveis implantadas no Parque das Andorinhas.

Na tarde de hoje (23), o presidente da Prolar, Dino Schrutt, realizou a apresentação do projeto desenvolvido no Parque das Andorinhas, onde estão sendo implementadas alternativas de sustentabilidade, com a redução de vazios urbanos, a implantação de sistema de captação de água e a utilização de insumos renováveis. A iniciativa piloto foi premiada com o Selo de Mérito, que reconhece experiências bem sucedidas desenvolvidas pelos órgãos públicos estaduais e municipais no âmbito da habitação de interesse social e desenvolvimento urbano.

“Ficamos muito satisfeitos com o reconhecimento do Selo de Mérito, sendo que este formato foi premiado poucas vezes no Paraná. Nossa próxima etapa agora é estender esse trabalho para mais conjuntos da cidade, na região da Nova Rússia, ainda neste semestre”, comenta Schrutt. Conforme explica o presidente da Prolar, já foi realizado levantamento das famílias nessa região, contemplando os loteamentos Estrela do Norte, Manacás, Três Rios e Bela Vista do Paraíso, com o cadastro de 250 famílias.

Além deste projeto piloto no Parque das Andorinhas, outros empreendimentos habitacionais entregues pela Prolar, como o Costa Rica I, II e III, Panamá e Esplendore, por exemplo, contam com medidas de sustentabilidade, como placas para aquecimento solar e soluções alternativas para captação de água da chuva. De dois anos para cá, todos os empreendimentos buscam contemplar soluções de sustentabilidade, além de concentrar as unidades habitacionais numa mesma região, em busca de melhorar a mobilidade urbana.

 

O 64º Fórum foi promovido pela Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e pelo Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU), com o apoio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), da Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, do Governo Federal através do Ministério das Cidades e com o patrocínio da Caixa, contando ainda com a presença de instituições públicas e iniciativa privada que atuam no setor de habitação de interesse social.

 

Por Mariana Galvão Noronha

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/36355