PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Projeto Cultivar Energia é destaque em evento nacional de habitação

1

Iniciativa premiada desenvolvida pela Prolar, em parceria com a Copel e a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), foi apresentada para representantes de mais de 70 municípios do país.

 

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) marcou presença no 66º Fórum Nacional de Habitação, realizado nesta semana em Foz do Iguaçu. Durante o evento, que contou com representantes de mais de 70 municípios de 19 estados do país, a Prolar apresentou o projeto Cultivar Energia, iniciativa premiada com o Selo de Mérito de Políticas Públicas Sociais.
Desenvolvido pela Prolar, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa) e Copel, o projeto ‘Cultivar Energia’ proporciona o cultivo de hortaliças em áreas da rede de alta-tensão localizadas em conjuntos habitacionais do município. Além de promover a alimentação saudável e a geração de renda para as famílias participantes, o projeto também serve como meio de conscientização e disseminação de conhecimentos acerca dos cuidados próximo a rede elétrica.
De acordo com o diretor-presidente da Prolar, Dino Schrutt, o desenvolvimento da iniciativa tem sido muito positivo para as famílias participantes, demonstrando um grande potencial em integrar a comunidade e gerar alternativas de renda. “Nós iniciamos esse projeto há alguns meses no conjunto habitacional Costa Rica e o resultado tem sido muito positivo. Diversas famílias passaram a trabalhar nos cuidados da horta e isso proporciona não só uma alimentação mais saudável, mas também renda, uma vez que o excedente acaba sendo comercializado na região. Todo esse processo vem exatamente ao encontro das políticas desenvolvidas pela Prolar, que visam não somente a realização do sonho da casa própria, mas também proporcionar uma estrutura mais ampla para que essas famílias cresçam, criem raízes e se desenvolvam”, declara Schrutt.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/44912