PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Curso de Capacitação – Regularização Fundiária Urbana

FB_IMG_1529374410527

O Auditório da FAG – Faculdade Assis gurgacz, sediou o evento para capacitação em regularização fundiária realizado nos dias 18 e 19/06 na Cidade de Cascavel, mais de uma dezena de municípios estiveram presentes, entre eles Altônia, Boa Vista da Aparecida, Campo Bonito, Cap Leônidas Marques, Cascavel, Catanduvas, Céu Azul, Diamente do Sul, Guaraniaçu, Ibema, Lindoeste, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, Três Barras do Paraná. 

Na oportunidade o Diretor Presidente da Prolar e Vice Presidente da ABC, falou sobre a importância dos municípios do oeste paranaense capacitar suas equipes, levando o exemplo do trabalho desenvolvido em Ponta Grossa, que vem servindo como referência para esse novo momento com a nova legislação que trata da matéria.

 

Na foto: Diretor Presidente da Prolar Dino Athos Schrut, Sophia Rachid e Silvio Figueiredo Diretor Nacional de Regularização Fundiária do Ministério das Cidades.

 

Mais informações: https://cursocapacitacao.wixsite.com/regfundiaria

Vendas: Prolar participa da Expoimóveis

Vendas Prolar participa da Expoimóveis

Além de imóveis em diversos bairros do município, a Prolar também disponibiliza cerca de 70 lotes comerciais para venda.
 
A Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) marca presença na 15ª Expoimóveis de Ponta Grossa. Com estande próprio, a Prolar disponibiliza para negociação lotes comercias e imóveis em diversos bairros do município. O atendimento ao público acontece no Centro de Convenções do Shopping Palladium, a partir das 16 h de sexta-feira (01), estendendo-se durante todo o fim de semana. 
“Esses imóveis são uma grande oportunidade, por isso, reforço o convite às famílias cadastradas na Prolar que estão aptas a adquirir imóveis pelo MCMV para que compareçam no nosso estande e participem desse grande evento”, declara o presidente da Prolar, Dino Schrutt. De acordo com Schrutt, além dos imóveis disponíveis, também serão disponibilizados aproximadamente 70 lotes comerciais para a negociação. “Todos esses lotes comerciais estão em áreas que dispõe de boa estrutura, sendo essenciais para que os nossos mutuários tenham acesso ao comércio diversos.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/39602

Edital de Prorrogação de validade do concurso Nº 001/2015

edital

EDITAL DE PRORROGAÇÃO DE VALIDADE DO CONCURSO Nº 001/2015

 

 

O Diretor Presidente desta Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR, no uso de suas atribuições legais e na forma do Edital de Concurso nº 001/2015, resolve prorrogar a validade do concurso homologado em 07 de Junho de 2016 (Edital nº 013/2016), e publicado no Diário Oficial do Município de Ponta Grossa, na data de 14 de Junho de 2016, por mais dois anos, consoante prevê o artigo 37, inciso III da Constituição Federal.

 

 

Ponta Grossa, 22 de maio de 2018.

 

 

DINO ATHOS SCHRUTT

Diretor Presidente - PROLAR

Prefeitura planeja regularizar casas de mais de 6 mil famílias

Habitação Prefeitura planeja regularizar casas de mais de 6 mil famílias

Projeto de lei encaminhado à Câmara de Vereadores atualiza a legislação municipal abrindo caminho para o maior programa de regularização fundiária da história de Ponta Grossa.
 
A Prefeitura de Ponta Grossa deu início, na manhã de hoje (18), às ações para a implementação do maior programa de regularização fundiária da história do município. O anúncio ocorreu durante a realização do Curso de Capacitação Regularização Fundiária, promovido pela Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), em parceria com a Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC) e a Urbalegis.
Durante o evento, o Prefeito Marcelo Rangel, acompanhado do diretor presidente da Prolar, Dino Schrutt, encaminhou ao legislativo um projeto de lei que atualiza os dispositivos relacionados à regularização de terrenos e imóveis na cidade, primeiro passo para  criação do ‘Programa Minha Casa Legal’ da Prefeitura de Ponta Grossa.  A estimativa é de que cerca de seis mil famílias possam ser beneficiadas já nos primeiros meses da implantação da iniciativa.
“Esse é um momento especial, pois estamos entrando em uma nova fase da habitação de Ponta Grossa. Com esse programa, não só incluiremos essas famílias de forma mais ampla nos  projetos do município, mas também passaremos a contar com mais recursos para investir na nossa cidade. Sem dúvida nenhuma, essa é uma ação que ficará marcada para na história e que será um imenso legado para a população”, comemora Rangel.
Segundo o diretor-presidente da Prolar, Dino Schrutt, a busca pela atualização da legislação municipal faz parte de um trabalho em diversas frentes pela Prolar e  que tem como principal objetivo  a articulação de meios para o avanço das políticas voltadas à habitação do município. “Nós temos buscado, além de atualizar a legislação municipal à nova lei de regularização fundiária, promover a capacitação e qualificação dos agentes públicos para que estejam aptos a desenvolver as ações de forma ágil e precisa.  Em relação ao projeto de lei, a nossa maior preocupação é atender a todas as famílias em situação irregular e que, muitas vezes, residem a 10, 20, 30 anos em um local mas que não tem a garantia que o  título de propriedade concede. Com a consolidação dessa iniciativa, nos poderemos resgatar essas famílias, além de promover melhorias de forma global entre a população”, declara Schrutt.
 
Autoridades ressaltam a importância do projeto
 

Durante a entrega do projeto de lei ao legislativo, as autoridades presentes ressaltaram a importância da iniciativa da Prefeitura de Ponta Grossa.
“É um projeto de importância extraordinária. Tem famílias que sonham com isso a vida toda, para que possam regularizar seu imóvel, promover melhorias e essa documentação é fundamental. É muito importante, porque também, com isso, o município arrecada, pode reinvestir esses recursos para a melhoria da população”, destaca o presidente da Câmara Municipal, Sebastião Mainardes.
Para o deputado federal Sandro Alex, a medida garante às famílias, além de segurança do título de propriedade, a possibilidade de assegurar um legado para as próximas gerações. “Fiz questão de vir prestigiar a equipe  da Prolar,  da Prefeitura e os vereadores que vão aprovar essa lei, que fornece o documento mais importante para uma família, para alguém que quer consolidá-la, deixando o seu móvel como legado para os seus filhos. Por isso, parabenizo a  Prolar e sua equipe  pelo trabalho que tem sido motivo de orgulho para a cidade de Ponta Grossa”, diz.
Segundo o Diretor do Departamento de Assuntos Fundiários do Ministério das Cidades (MINC), Sílvio Figueiredo, a gestão desenvolvida na área de habitação em Ponta Grossa é exemplo para o país. “Conheço bem o trabalho do município e pode ter certeza que Ponta Grossa é exemplo para o país, agora ainda mais com essa ação de regularização fundiária”, destaca. Sobre aos indicadores relacionados à regularização fundiária,  Figueiredo apontou o trabalho legislativo como essencial na articulação de meios para os avanços nesse tema. “O trabalho dos senhores enquanto legisladores do município é de suma importância na aprovação de uma lei tão importante como essa, que vai dar o respaldo, a segurança jurídica, para que os funcionários possam trabalhar de uma forma mais rápida e efetiva”, completa.
Também estiveram presentes os vereadores: Rudolf Polaco, Celso Cieslak e Rogério Mioduski
 

Lar Acolhedor

Outro projeto de lei encaminhado ao legislativo durante a manhã de hoje prevê a instituição do ´Programa Lar Acolhedor’ – aluguel social – no município. De acordo com o texto encaminhado,  o ‘Programa Lar Acolhedor’ de aluguel social  será concedido por um prazo de até três meses às famílias que estejam em locais que apresentem situações de risco, calamidade pública, interdição, etc, de forma que elas tenham suporte para estabalecer suas condições de dignidade e moradia. Segundo o prefeito Marcelo Rangel, esse programa “vai auxiliar as pessoas que vivem, por exemplo, em locais de risco e que, até então, não tinham um dispositivo da Prefeitura para auxiliá-los”.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/39501

Prefeitura articula a viabilização do Condomínio Lição de Vida

Prefeitura articula a viabilização do Condomínio Lição de Vida

O prefeito Marcelo Rangel participou, na tarde de hoje (14), de reunião com o presidente da Companha de Habitação do Paraná (Cohapar), Nelson Cordeiro Justus. Acompanhado do presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), Dino Schrutt, e do secretário de Infraestrutura e Planejamento (SMIP), Celso Santana, Rangel discutiu ações para a viabilização da construção 40 casas do ‘Condomínio Lição de Vida’, projeto voltado à criação de oportunidades de moradias destinadas a idosos no município.
De acordo com o presidente da Prolar, durante a reunião foi apresentada proposta de doação da área para a realização empreendimento. “Estivemos hoje na Cohapar para apresentar a proposta de o município ceder a área para implementar o projeto Lição de Vida. Nossa estimativa é de que o investimento seja da ordem de cerca de 4,5 milhões, destinados à construção de moradias na região do Parque dos Sábias. Esse é uma iniciativa muito importante, onde temos avançado muito nos últimos meses e que continuaremos a articular para que seja concretizada o mais rápido possível”, declara Schrutt.
Segundo o prefeito Marcelo Rangel, a viabilização do empreendimento é uma das prioridades da área da habitação do município. “Fico muito feliz em poder buscar, junto a Cohapar, meios para a realização desse empreendimento, que é uma das prioridades do nosso governo. Durante os últimos anos, entregamos mais de 7500 oportunidades de moradia para a população, diminuindo consideravelmente o déficit habitacional da cidade e promovendo a possibilidade de milhares de famílias realizarem o sonho da casa própria. Acreditamos  que esse projeto vai contribuir para fortalecer ainda mais o trabalho que temos feito na área de habitação, oferecendo uma maior qualidade de vida aos nossos idosos que tanto merecem”,  conclui Rangel.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/39443