PROLAR - Companhia de Habitação de Ponta Grossa

Fone (42) 3222-1257

Rua Balduíno Taques, 445 - 3º piso

Ponta Grossa - Paraná - 84010-050

Acesso Restrito

Novidades

Estudo para implementação de novas hortas comunitárias

WhatsApp Image 2020-01-17 at 15.15.39

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR, recebeu na tarde desta terça-feira (14) o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Bruno Costa, juntamente com o Engenheiro Agrônomo César Augusto Ferreira, para tratar da implementação de novas hortas comunitárias em outras regiões da cidade.

 

Segundo o Presidente da Prolar, Dr. Deloir Scremin Jr., o projeto de horta comunitária “Cultivar Energia” rendeu a Ponta Grossa, o Prêmio de Gestor do Paraná. Toda ideia boa, que vem a acrescentar melhorias para a população, não deve somente ser encampada, mas também multiplicada, enfatiza.

 

Num primeiro estudo, as áreas definidas para receberem as novas hortas comunitárias são Buenos Aires, Itapoá, Jd Manacás, Parque das Andorinhas e ampliação da horta já existente no Costa Rica.

Mais uma etapa da implementação do Condomínio do Idoso

1

O Diretor Presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR, Dr. Deloir Scremin Jr. esteve em Curitiba, na sede da Cohapar, durante a tarde da quarta-feira (15), juntamente com o Prefeito Marcelo Rangel para tratarem a respeito do condomínio do idoso, a ser implantando em Ponta Grossa. Ambos levaram ao conhecimento do Presidente da Cohapar, Jorge Lange e do Diretor Jurídico Dino Schrut, o cumprimento do cronograma de atos administrativos e burocráticos necessários à implementação do condomínio. A ideia desse projeto é oportunizar a moradia de pessoas idosas, sendo que após a falta desse idoso, o imóvel será cedido para outra pessoa idosa que porventura não tenha residência própria, num sistema de rotatividade ao longo do tempo.

 

Ao todo, serão construídas 40 casas adaptadas, com rampa de acesso, ausência de degraus, corrimãos nos cômodos e no banheiro, visando todas as necessidades e os cuidados que uma pessoa idosa requer, destaca Scremin.

 

A área onde será implantado o projeto está sendo cedida pela Prolar, em parceira com o Município de Ponta Grossa, que dará todo o suporte para a concretização dessa realização, enfatizou o Presidente da Prolar.

Prolar leva demandas da habitação social a Brasília

1

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR, esteve presente na reunião junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, em Brasília – DF, nessa quarta (11), juntamente com representantes da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação.

 

Na oportunidade, foram levadas várias demandas da habitação social para o Ministro Gustavo Canuto, entre elas, novas modalidades de financiamentos com amparo de um Fundo Garantidor, além da proposta de alteração da regra onde passe a constar o valor do terreno, nos casos de doação por entidade ou Poder Público, como valor que complementa os financiamentos, medida essa que vem a favorecer as famílias beneficiadas.

 

Segundo o Diretor Presidente da Prolar, Deloir Scremin Jr, a reunião foi muito proveitosa e nos deixou confiantes de um cenário muito positivo para 2020, uma vez que o Ministro recebeu com grande entusiasmo nossa iniciativa de sempre estar buscando alternativas de atendimento àqueles que mais precisam e dependem dos nossos programas sociais de habitação.

Trabalhos de Levantamento Topográfico para a REURB

WhatsApp Image 2019-12-04 at 17.34.59

A Companhia de Habitação de Ponta Grossa – PROLAR iniciou nesta quarta-feira (04), no Jardim Esplanada, a etapa de levantamento topográfico das áreas que serão contempladas com os processos de regularização fundiária. Essa etapa visa identificar e mapear os imóveis de acordo como foram construídos, onde é possível constatar a exata localização das casas para fins de futura emissão das matrículas desses imóveis.

 

Segundo o Presidente da Companhia, Dr. Deloir Scremin Jr, essa fase, além de ser essencial à conclusão dos lotes a serem regularizados, é um importante passo para a concretização do sonho dos moradores de num momento próximo, adquirirem a matrícula de seus imóveis.

 

Esses trabalhos fazem parte do Programa Minha Casa Legal, uma iniciativa entre a Prolar e o Município de Ponta Grossa que objetiva a regularização de documentação imobiliária de aproximadamente 6.000 imóveis que se consolidaram ao longo dos anos em áreas públicas e particulares.

 

Scremin ainda destaca que a regularização fundiária trará a oportunidade daquele morador deixar de ser somente o possuidor, para se tornar proprietário do seu imóvel, resgatando a condição de dignidade do cidadão, pois assim estará regular frente aos órgãos públicos, além de ter outros benefícios que somente são dados àqueles que são verdadeiros donos de suas residências. 

Prefeitura promove reunião com a Sanepar sobre ocupações irregulares

prefeitura_sanepar

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Prolar (Companhia de Habitação de Ponta Grossa) e da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SMARH), promoveu, na última sexta-feira (22), uma reunião com representantes da Sanepar para discutir sobre os procedimentos adotados em relação aos pedidos de ligação de água em áreas ocupadas irregularmente no município. Durante o encontro foram debatidas possíveis ações e procedimentos comuns entre as instituições o objetivo de inibir a utilização irregular de áreas do município.
Segundo o diretor-presidente da Prolar, Deloir Scremin Junior, a tomada de medidas neste sentido é importante para que o município avance ainda mais na diminuição dos pontos de ocupação irregular e de moradias de risco em Ponta Grossa. “Nos últimos anos, avançamos de maneira muito consistente na diminuição dos pontos de ocupação irregular e de moradias de risco no município, procedendo com a realocação de famílias e a revitalização de áreas próximas a arroios e a consequente  extinção de diversos pontos de favelização , garantindo moradias dignas e mais seguras para inúmeras famílias”, destaca. “Por isso, é muito importante alinharmos ações com órgãos como a Sanepar que podem contribuir com a localização de possíveis focos de ocupação e o encaminhamento dessas famílias para programas sociais da Prefeitura e da Prolar”, completa Deloir.
“Para evitar que situações como essa se tornem mais corriqueiras, o Município vem adotando como uma das medidas principais centralizar os pedidos de ligação de água e luz em novas residências, sendo proibida a liberação quando se tratar de áreas ocupadas irregularmente. Sabemos da dificuldade da população e temos trabalhado com o fomento das políticas públicas na área da habitação, mas não podemos permitir situações que sejam injustas para àqueles que estão aguardando na lista da Prolar uma moradia regularizada”, avalia o secretário de Administração e Recursos Humanos, Ricardo Linhares.

 

Fonte: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/node/45638